Prefeitura e entidades entregam nova CPP ao Governo de Goiás
Gabinete do Prefeito - 24/05/2019 às 16:08

Em seu discurso, Prefeito Paulo do Vale ressaltou que Rio Verde é município que mais investe em segurança no Estado 

 

O Governo do Estado de Goiás, através da Diretoria-geral de Administração Penitenciária - DGAP, recebeu oficialmente na última quinta-feira, 23, as novas instalações da Casa de Prisão Provisória - CPP de Rio Verde. Durante a Tecnoshow deste ano, foi realizada uma entrega simbólica ao governo, que agora recebe o prédio definitivamente para a utilização, como explica o Prefeito Paulo do Vale: “em definitivo, nós estamos repassando aqui para que possa já fazer, de imediato, a transferência dos presos da antiga CPP para cá”.
 
 
A obra era um pedido antigo da população rio-verdense e foi construída através de uma parceria da Prefeitura de Rio Verde com o Conselho da Comunidade, Comarca de Execução Penal, Ministério Público, Tribunal de Justiça, Associação Comercial e Industrial de Rio Verde e demais instituições e pessoas parceiras, além da utilização da mão de obra carcerária para execução dos trabalhos.
 
Para Mardem Douglas, presidente do Conselho Municipal da Comunidade, a transferência da unidade – que antes estava localizada na região central da cidade - beneficia a todos os cidadãos: “eu creio que a sociedade como um todo vai ser beneficiada com essa implementação e com a transferência dos detentos”, disse.
 
 
O Diretor Geral de Administração Penitenciária, Cel. Wellington de Urzêda Mota, destacou a qualidade e segurança da estrutura entregue ao estado, além da ampliação que já foi iniciada: “São 292 vagas, com mais 60 aprovadas que já estão sendo construídas no fundo, isso vai trazer segurança para a sociedade rio-verdense e região, isso também vai trazer segurança para o servidor e dignidade ao preso.
 
 
Além de retirar os presos do centro da cidade para um novo local, a nova estrutura também garante a ressocialização dos detentos, o que faz parte políticas de reintegração social da DGAP, como explica Jonathan Marques, superintendente de segurança da diretoria: “é um trabalho de ressocialização do preso, nós fazemos hoje cursos profissionalizantes para os presos, que eles saiam com profissão para já ingressar a sociedade e não voltar a delinquir”.
 
Vale ressaltar que, em Rio Verde, ações de reintegração já são realizadas, como explica Marques: “Nós estamos fazendo projetos junto com a Prefeitura municipal para que façam manutenção da parte das obras públicas, dos parques e jardins”.
 
 
E o que será feito com a antiga CPP? “Ela vai para o chão, e ali nós vamos edificar um novo empreendimento para o município de Rio Verde: vai ser uma cozinha industrial que vai produzir mais de 25 mil refeições por dia para atender todas as escolas do município de Rio Verde”, declarou Paulo do Vale.
 

Texto: Pedro Cabral
Imagens: Washington Oliveira
Revisão: Fernando Machado


Assessoria de Imprensa
secom@rioverde.go.gov.br


Mais Notícias
Enviar por e-mail