Rio Verde tem melhor saúde previdenciária em Goiás
Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Rio Verde - IPARV - 06/05/2019 às 14:43

Reportagem desta segunda no jornal O Popular mostra que, entre os municípios goianos com Regime Próprio de Previdência Social, Rio Verde ocupa a segunda colocação no ranking geral dos maiores superávits em 2017 com R$ 33,8 milhões contra R$ 51,3 milhões de Aparecida de Goiânia. Os dados são do Suplemento Previdência do Setor Público, divulgado pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

Estes, no entanto, são os números frios. “Se considerarmos que Aparecida de Goiânia tem o dobro da população, receita maior e despesa menor, vamos constatar que Rio Verde ocupa a primeiríssima posição”, analisa Alexandre Macedo, presidente do Iparv (Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Públicos de Rio Verde). 

“Além disso, o Iparv possui patrimônio de R$ 219.730.650,75 ”, complementa Macedo, que também é vice-presidente da Associação Goiana de Previdência dos Municípios e Estado (Agoprev). Também é importante levar em consideração que Aparecida tem 97 anos e Rio Verde, 170 anos, contando portanto com uma massa de aposentados muito maior. 

Os valores relacionados à Previdência dos servidores em Rio Verde são investidos em fundos de baixo risco em instituições tradicionais e de credibilidade, como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Itaú.


Gestão

O prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale, atribui o resultado positivo à seriedade da gestão. “Este é um tema nacional que afeta todos os municípios. O que tem diferenciado a situação de cada município é a maneira de lidar com as dificuldades e encontrar soluções. Em muitas cidades a situação já é catastrófica.” Defensor da Reforma da Previdência, ele acredita que a aprovação do texto proposto pelo governo garantirá equilíbrio às contas públicas e alívio aos Estados e municípios.

 



Assessoria de Imprensa
secom@rioverde.go.gov.br


Mais Notícias
Enviar por e-mail