Informativo do LIRA
Secretaria de Saúde - 15/03/2018 às 17:16

A Secretaria de Saúde de Rio Verde juntamente com o controle de vetores, informa o resultado do LIRA. (é o levantamento rápido do índice de infestação, ou seja, de forma rápida e segura através de estudos estastísticos e probabilidade consegue-se medir o risco de epidemia de uma cidade).

De forma rápida se faz um mapeamento dos índices de infestação por Aedes Aegypti.

Vantagens:

- Identifica os criadouros predominantes e a situação de infestação do município;

- Permite o direcionamento das ações de controle para as áreas mais críticas;

O levantamento destes índices de infestação deve ser utilizado como ferramenta para direcionamento e qualificação das ações de prevenção e controle do mosquito. 

Alertamos a população, que mais de 86% dos criadouros positivos do Aedes em nosso município, foram encontrados no Peri e Intra Domicílios, ou seja, nos quintais e dentro de imóveis, já o restante foi encontrado em terrenos baldios.

Lembramos ainda que este é um período extremamente favorável à proliferação do mosquito Aedes Aegypti, o clima e as chuvas que alimentam os depósitos disponíveis e a recirculação do vírus DEN2.

 

A porcentagem maior dos criadouros do mosquito está nas residências, por isso é importante o envolvimento da população, e para reduzir os impactos causados pelo mosquito, precisamos que todos, juntamente com os agentes, que fiquem atentos para o diagnóstico precoce da doença e o manejo correto prevenindo a proliferação, para que não tenhamos problemas maiores.

Levando em consideração o gráfico a baixo, destacam-se os criadouros do tipo A2 e D2, onde esse levantamento está com frequência, ou seja, a maioria dos moradores continua a deixar recipientes abertos e principalmente o lixo acumulado em suas casas, gerando assim transtorno a toda população.

 

Então a melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água.

 

Descrição do gráfico:

 

Caixa de água ligada à rede (depósitos elevados) - A1

Depósitos ao nível do solo (barril, tina tambor, tanque, poço) - A2

Dep. móveis (vasos/frascos, pratos, pingadeiras, bebedouros, etc.) - B

Depósitos fixos (tanques, obras e borracharias, calhas, lajes, etc.) - C

Pneus e outros materiais rodantes - D1

Lixo (recip. plásticos, garrafas, latas), sucatas em ferro-velho - D2

Depósitos naturais - E

 

Para maiores informações ligue: (64) 3620-2080.

 



Assessoria de Imprensa
secom@rioverde.go.gov.br


Mais Notícias
Enviar por e-mail