Secretaria de Saúde realizará Programa Anti Tabagismo
Secretaria de Saúde - 20/03/2017 às 16:22

As doenças provocadas pelo tabagismo estão entre as principais causas de morte evitável no planeta de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Estima-se que 200 mil mortes por ano no Brasil são relacionadas ao uso do cigarro.

 
Os números são alarmantes e,para ajudar a diminuir esta estatística, a Secretaria Municipal de Saúde de Rio Verde, por meio do Caps AD, irá realizar o Programa Anti Tabagismo a população rio-verdense que deseja abandonar o vício.
 
O programa visa ofertar, de forma gratuita, consulta com avaliações clínicas e psicológicas, grupos de apoio, medicamentos, adesivos e goma de mascar, a dependentes que desejam se libertar do vício. No decorrer do tratamento, serão realizadas reuniões uma vez por semana durante o primeiro mês e posteriormente as reuniões serão realizadas quinzenalmente.
 
Ao todo, serão abertas 75 vagas para a realização do tratamento que terá duração de três meses.  As inscrições iniciarão no dia 3 de abril e os interessados, deverão se encaminhar até o Caps AD, localizado na Rua Maria Cristina n°624, no Bairro Vila Rocha, portando os documentos pessoais e o Cartão SUS para realizar a inscrição e passar por uma triagem.
 
“Nosso objetivo é reduzir o número de fumantes e, consequentemente, as doenças relacionadas ao seu consumo. Parar de fumar é um benefício para a própria pessoa, para a família e também para o município”, afirma Luciana Martins Moraes, Coordenadora do Caps AD.
 
Para mais informações, a população poderá entrar em contato diretamente com o Caps AD pelo (64) 3620-2043.
 
Confira abaixo os benefícios de parar de fumar:
- Após 20 minutos, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal;
- Após 2 horas, não há mais nicotina circulando no sangue;
- Após 8 horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza;
- Após 12 a 24 horas, os pulmões já funcionam melhor;
- Após 2 dias, o olfato já percebe melhor os cheiros e o paladar já percebe melhor o sabor da comida;
- Após 3 semanas, a respiração se torna mais fácil e a circulação melhora;
- Após 1 ano, o risco de morte por infarto do miocárdio já foi reduzido à metade;
- Após 5 a 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.


Assessoria de Imprensa
assessoria@rioverdegoias.com.br


Mais Notícias
Enviar por e-mail