Encerradas as atividades da Semana de Luta Antimanicomial
Secretaria de Saúde - 20/05/2016 às 16:21

 

A prefeitura de Rio Verde através da Secretaria Municipal de Saúde finalizada nesta sexta-feira, 20, a última etapa da Semana de Luta Antimanicomial.

 

O Movimento da Luta Antimanicomial se caracteriza pela luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental. Dentro desta luta está o combate à idéia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, idéia baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental. O Movimento da Luta antimanicomial faz lembrar que como todo cidadão estas pessoas têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direto a receber cuidado e tratamento sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

 

Em Rio Verde, durante toda a semana, dezenas de atividades foram realizadas, desde panfletagens nas ruas a palestras, visando alcançar o maior número de pessoas de diversos segmentos sociais a fim de divulgar e chamar a atenção para o movimento.

 

Uma conquista importante ao Movimento Antimanicomial, foi à aprovação, em 2001, da Lei 10.216, de autoria do então deputado Paulo Delgado. Esta lei preconiza a reestruturação da atenção em saúde mental, defende os direitos das pessoas que necessitam de tratamento e propõe a criação de serviços que ofereçam este tratamento sem que isto signifique exclusão da vida social ou perda dos diretos e do lugar de cidadão. Como existem várias portarias do Ministério da Saúde que regulamentam a criação de serviços diversos que, em seu conjunto e desde que implantadas de modo efetivo e suficiente, garantem a atenção necessária e a inclusão social das pessoas com transtornos mentais.  

 

Fundamentada nesses regulamentos o núcleo de Rio Verde já inaugurou duas residências de recuperação, com previsão mais 03 a serem inauguradas, que gradativamente irão substituir manicômios da cidade, absorvendo e tratando esses pacientes em um conceito diferenciado do pregado durante anos na sociedade.

 

Segundo a coordenadora do projeto em Rio Verde, Luciana Moraes, a administração do programa na cidade vem recebendo elogios por parte de autoridades de todo o estado, servindo de exemplo para outros municípios para a implantação de sistemas análogos em outras regiões. Destaca ainda a colheita positiva da Semana de Luta Antimanicomial, pois trás a população uma discussão pertinente daqueles que não tem voz e que fatalmente são esquecidos pela sociedade.

 

 

 

 

 

 



Assessoria de Imprensa
assessoria@rioverdegoias.com.br


Mais Notícias
Enviar por e-mail