Antecipada Campanha de Vacinação contra Influenza em Goiás
Secretaria de Saúde - 07/04/2016 às 10:06



O Secretário estadual da saúde, Leonardo Vilela, em entrevista coletiva nesta quarta-feira,6, comentou sobre a antecipação da Campanha de Vacinação Contra a Influenza 2016 em Goiás. Na entrevista, o secretário também divulgou os novos números de H1N1 no Estado, confirmando 5 mortes pela doença neste ano, e destacou a reativação do Comitê Estadual de Enfrentamento à Influenza A, que teve a primeira reunião.


 

 

Campanha antecipada
Prevista inicialmente para acontecer entre os dias 30 de abril e 20 de maio, a campanha em Goiás terá início na próxima terça-feira, 12 de abril, em Goiânia e Região Metropolitana de Goiás, Regional de Saúde Pirineus – sede em Anápolis – e Região Centro Sul – sede em Aparecida de Goiânia -, num total de 61 municípios (veja a relação dos municípios). A partir do dia 18 de abril, a vacinação será realizada nos demais 185 municípios, prosseguindo até o dia 20 de maio. Em Goiânia, todos os 86 postos de vacinação aplicarão a vacina.

A meta é vacinar em todo o Estado 80% da população que integra o grupo de risco, que corresponde a cerca de 1,5 milhão de pessoas. Segundo o secretário, o Ministério da Saúde repassará a Goiás 1,6 milhão de doses da vacina até maio. “A vacinação é a ação mais importante na redução de mortes por influenza, por isso é importante que os grupos prioritários se vacinem”, alerta Leonardo Vilela.
A campanha abrange os grupos de risco: crianças de 6 meses a menos de 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas, população privada de liberdade e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais. É importante alertar que após receber a vacina, a pessoa demora cerca de duas semanas para ficar protegida contra o vírus.


Boletim de Influenza
Na entrevista coletiva, foram divulgados também novos números do Boletim da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). No Boletim, que notifica casos de 3 de janeiro a 2 de abril deste ano, foram confirmados no Estado dez casos de H1N1, com cinco mortes. As confirmações foram em Goiânia (2 casos), Cachoeira Alta (1 caso), Quirinópolis (1 caso) e Rio Verde (3 casos), Caldas Novas (1), Ouvidor (1) e Planaltina (1). As mortes ocorreram em Goiânia (1 morte), Rio Verde (1), Caldas Novas (1), Planaltina (1) e Ouvidor (1). Segundo a área técnica da Secretaria da Saúde, das cinco mortes, três estão inseridas no grupo de risco.



 

Fonte: Goias Agora










 



Assessoria de Imprensa
assessoria@rioverdegoias.com.br


Mais Notícias
Enviar por e-mail