Prefeitura relembra Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo
Secretaria de Saúde - 31/03/2016 às 14:24

 Esse dia, 2 de abril, tem como objetivo de esclarecer o que é o Autismo e disseminar informações sobre a importância do diagnóstico e da intervenção precoce.

 
Os Transtornos do Espectro Autista TEA - são um grupo de modificações no neurodesenvolvimento que predominam alterações na habilidade do funcionamento social e da comunicação, frequentemente acompanhada por movimentos estereotipados, ou repetitivos, e interesses restritos.
 
O diagnóstico costuma acontecer entre 3 e 6 anos de idade, porém quanto mais cedo se levanta essa possibilidade, mais cedo inicia-se o tratamento e melhor será a adaptação social destas crianças. É clínico, ou seja, depende de avaliação direta da criança e de relatos dos pais e requer meses de acompanhamento do neurodesenvolvimento para maior exatidão.
 
Fatores de Risco e Sintomas
• Alteração no desenvolvimento da comunicação social, fala e linguagem. Ex: apontar com seu próprio indicador o que quer e olhar o objeto desejado e nos olhos da mãe. Não olha de forma consistente nos olhos do cuidador, etc.
• Alteração na socialização
• Presença de comportamentos repetitivos e interesses restritos
• Isolamento Social – brinca sozinho. Prefere os brinquedos que os pares (coleguinhas da mesma idade)
• Não atende ao chamado do seu nome
• Movimentos repetitivos e sem propósito
• Prejuízo no contato social “olhos nos olhos” (não olha nos olhos por mais de 2 segundos)
• Ausência da noção de perigo ou medo de situações que são ofensivas
• Dificuldade de aprendizagem pelos métodos tradicionais de ensino
• Dificuldade de compreensão de linguagem falada
• Coordenação motora irregular
 
Tratamento
Inicialmente deve-se focar no desenvolvimento da compreensão e comunicação social, seja verbal ou não. Então, o tratamento neuropsicológico abordará habilidades sociais e acadêmicas. Quanto mais cedo aprenderem o jogo da comunicação social, melhor será sua qualidade de vida.
 
A orientação dos pais e da escola é fundamental. É necessário que se aprenda a contornar a ocorrência de acontecimentos que geram estresse, e que possivelmente sejam incontroláveis. Portanto, planejar e treinar com antecedência à exposição a novas situações é fundamental. Procurar descobrir o por quê de determinadas situações parecerem tão desagradáveis e evitar obrigá-los a executar novas ordens sem preparo e treinamento. Uma vez que o simples ato de vestir um casaco novo poderá ser muito desgastante para pais e criança.


Assessoria de Imprensa
assessoria@rioverdegoias.com.br


Mais Notícias
Enviar por e-mail