Estudantes participaram do dia “D” contra a dengue
Secretaria de Educação - 13/03/2016 às 17:27

 

Aproximadamente 25 mil estudantes da rede Municipal de ensino, participaram na última sexta-feira, 11, do dia “D” Contra a Dengue, a ação que aconteceu em parceria da equipe de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde.

Abertura oficial dessa grande mobilização contra o mosquito Aedes Aegypti foi realizada na EMEF Olinda Ataydes, juntamente com o relançamento da Biblioteca Itinerante primeiro semestre de 2016.

Esteve presente na escola, a Secretária de Educação, Diones Lopes; o Gestor Pedagógico Administrativo da SME, Leonardo Montes; a Gestora, Laila Jaime da Siqueira; a Coordenadora da equipe de educação da saúde da Vigilância Epidemiológica, Regina Maria Maciel; coordenadores, professores e alunos.

Na ocasião, a Secretária Diones Lopes, falou da importância dos estudantes serem “soldados” no combate ao Aedes Aegypti, “ano passado quando envolvemos nossas crianças na campanha em combate à dengue tivemos resultados positivos, os números de casos notificados na época diminuíram consideravelmente, e sabendo que foi devido aos trabalhos educativos realizados em nossas salas de aulas e em parceria com a equipe da vigilância epidemiológica, é que novamente abraçamos essa causa, e vamos continuar as ações em prol da nossa cidade, e os agentes transformadores são vocês nossos alunos”, destacou a secretária.

O Gestor Pedagógico Administrativo da SME, Leonardo Montes, falou que tudo que foi aprendido em sala de aula, deve ser colocado em prática. “Nós só conseguiremos combater a dengue, a Chikungunya e Zika se cada um de nós fazer a nossa parte que é cuidar de; nossos quintais, ruas, limpar os lixos, não deixar água parada para que as larvas do mosquito possam proliferar”, explicou.

Para a Coordenadora da equipe de educação da saúde da Vigilância Epidemiológica, Regina Maria Maciel, “hoje é um dia especial, o pedido de uma multidão de estudantes, é acabar com o Aedes Aegypti em Rio Verde”, salientou.

De acordo com Regina, a Secretaria da Saúde notificou nos primeiros meses de 2016, 4.327 casos de dengue na cidade, e “a nossa maior preocupação são meses de março e abril que a incidência é maior devido ao acúmulo de águas paradas das chuvas intensas e aumento dos criadouros”, informou Regina.

Os alunos prestigiaram a apresentação da peça teatral chamada ‘Deu Zika na Dona Zica’, escrita e contada pela dinamizadora da Biblioteca Itinerante, Lenilda Costa e participação de Nara Níbia Silva Aguiar, caracterizada do mosquito Aedes Aegypti.

Outro teatro foi com fantoches, apresentado pela equipe de educação da saúde da Vigilância Epidemiológica, os personagens narraram histórias explicando os perigos que o mosquito pode causar a saúde. Os estudantes prestaram muita atenção no decorrer da exposição, além de compreenderem sobre a importância de cuidar dos locais que possam acumular água, e os devidos cuidados que devem tomar para evitar a doença.

Aisha Martins de Assis de Jesus, observou tudo que foi explicado, ela disse que a casa em que mora é bem cuidada e que os pais fazem limpezas frequentes no quintal, mas revelou, “meus vizinhos precisam de mais orientações e vou levar para eles o que estou aprendendo na escola, porque não adianta se a minha casa tiver limpa e as outras próximas não”.

Essa programação foi realizada também, na EMEF Maria Brígida da Fonseca, que organizou também uma passeata com os alunos. Eles percorrem algumas ruas do bairro Morada do Sol, com faixas, cartazes confeccionados pelos estudantes, e folders da campanha contra o zika vírus. Na frente da passeata a faixa escrita: “Combater a dengue é um dever meu, seu e de todos”, principal mensagem que a escola desejou passar aos moradores.

Animou a caminhada, a Banda “Oficina de Ritmos”, que faz parte do projeto “Aprender em Dois Tempos”, regida pelo prof. Edson Boleda.

O dia “D” Contra a Dengue aconteceu simultaneamente em 71 unidades escolares do Município. A conscientização, as atividades educativas nas escolas vão continuar, o objetivo é despertar todos, para um assunto muito sério, que vem prejudicando a saúde dos brasileiros.

Fotos: Jeanne Barreto

Estudantes da EMEF Olinda Ataydes participa da abertura oficial do dia “D” Contra a Dengue

Os estudantes lotaram o pátio da escola para prestigiarem as aprensentações 

Gestora Laila Jaime da Siqueira

A secretária Diones Lopes, falou da importância dos estudantes serem “soldados” no combate ao Aedes Aegypti

O Gestor Pedagógico Administrativo da SME, Leonardo Montes, disse que tudo que foi aprendido em sala de aula, deve ser colocado em prática

Coordenadora da equipe de educação da saúde da Vigilância Epidemiológica, Regina Maria Maciel 

Peça teatral chamada ‘Deu Zika na Dona Zica’

Os alunos explanaram uma poesia criada por eles sobre os perigos da dengue

Apresentação dos fantoches pela equipe de educação da saúde da Vigilância Epidemiológica

Aisha Martins de Assis de Jesus, observou todas as apresentações 

EMEF Maria Brígida da Fonseca organizou passeata 

A Banda “Oficina de Ritmos” animou a caminhada

Percorrem algumas ruas do bairro Morada do Sol

Levaram  faixas, cartazes e folders da campanha 

A principal mensagem que a escola desejou passar aos moradores foi: “Combater a dengue é um dever meu, seu e de todos”

 



Assessoria de Imprensa
assessoria@rioverdegoias.com.br


Mais Notícias
Enviar por e-mail