Agricultura e Pecuária

      

 

Rio Verde é o maior produtor de grãos do Estado, maior arrecadador de impostos sobre produtos agrícolas e centro difusor de novas tecnologias. Quando se fala de sua agricultura, fala-se de grandeza. A produção agrícola do município é cerca de 1,2 milhões de toneladas por ano nas mais variadas culturas, como arroz, algodão, soja, milho, sorgo, milheto, feijão, girassol. O Município é responsável por 1,2% da produção nacional de grãos. A área plantada ultrapassa a 378.853 mil hectares.
 
Esses números na agricultura de Rio Verde são resultados da utilização de tecnologia de ponta, de primeira linha, com armazéns de capacidade superior a 1 milhão de toneladas em unidades modernas, seguras e cada vez mais próximas dos campos produtores - o que reduz os custos e facilita o transporte - aliadas à profissionalização do produtor e à união da classe produtora em diferentes entidades, como a Associação de Produtores de Grãos (APG), Cooperativa Mista dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo), Clube dos Engenheiros Agrônomos (Ceagro), Clube Amigos da Terra (CAT), Sindicato Rural de Rio Verde, CEFET de Rio Verde e a Universidade de Rio Verde (Fesurv), buscando juntos alta tecnologia.
 
Tão expressiva produtividade é obtida sem agressões ao meio ambiente. Cerca de 90% das culturas são feitas no sistema de plantio direto, o que favorece a preservação ambiental, evitando erosões e assoreamento, reduzindo consideravelmente as agressões ao meio ambiente. O Município possui ainda convênios com a Agência Ambiental do Estado de Goiás e com o Incra.
 
Rio Verde foi o primeiro município no Estado a implantar a Central de Recebimento de Embalagens de Defensivos Agropecuários, licenciada pelos órgãos ambientais e que atua num raio de 200 quilômetros. Seu objetivo é reduzir a poluição ambiental.
 
Através da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, o município tem convênio com a Agência Ambiental do Estado de Goiás, e o poder de conceder licença ambiental em todos os níveis. Possui também convênio com o Incra, para emissão de Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR).
 
 
Pecuária
 
A pecuária de corte em Rio Verde ainda é um importante setor para a economia loca, uma referência para o Estado, com grande participação no rebanho nacional e que conta com milhões de cabeças em engorda, além do Município ser um dos maiores produtores de leite de Goiás, com mais de 50 milhões de litros/ano.
 
Praticamente toda produção é comercializada localmente e no mercado nacional, já que a cidade conta com três grandes laticínios e outros de menor porte.
 
A pecuária de corte abastece o mercado interno e externo, com um frigorífico que abate 700 cabeças por dia, representando 40% da produção exportada.
 
Rebanhos
No total, atualmente, Rio Verde possui 390.000 cabeças de bovinos, 35.000 vacas ordenhadas, 404.000 suínos, 12.110.000 aves e 7.100 equinos, além da produção trimestral de mais de 22.939.812 unidades de ovos.
 
 
 
Fonte: Secretaria de Comunicação - Telefone: (64) 3602-8001
 
 
 
Principais produtos agrícolas - (2005)
 

Culturas Temporárias
Área
Produção (t)
Produtividade (kg/ha)
Arroz
    4.500
      4.500
             1.000
Algodão
    4.200
    10.700
             2.500
Feijão
    3.200
      5.880
             1.950
Milho
 31.000
 132.000
             5.300
Soja
265.000
 715.500
             2.700
Sorgo
 65.000
    97.000
             1.500
Total
372.900
 965.580
           14.950

 
·          Safra e safrinha / 1ª e 2ª Safras
·          Fonte: IBGE/ Rio Verde-GO.